Monday, 19 March 2007

mestre de culinária e muito máis



Alguém chamou, era a namorada


Telefonou, desesperada


Fui lá a casa, que confusão


Encontrei a minha fofinha


Com o sapato tênis na mão


Ela pediu-me, p'rá ajudar


Peguei no tênis, toca a enfiar


O tênis estava, duro p'ra calçar


Empurrei com tanta força que ela começou a gritar





Ai! Ai! mais devagar


Ai! Ai! p'ra não rasgar


Ai! Ai! não sejas bruto


O tênis está muito duro, mas está quase a entrar
/quim barreiros: o ténis/

1 comment:

Nébeda said...

iremos velo a Luar. Iremos? Iremos?
Y no va a ser ver, que va a ser mirar. :)

Muaks!